Chapim Vinho Tinto

6,15

13,5% Vol.

750 ml

*com IVA incluído

REF: 15_DI Categorias: , ,

Descrição

Vinho Tinto Chapim

Vinho tinto, 13,5% alc., 750 ml.

Região: Tejo

Castas: Castelão, Syrah, Touriga Nacional

Produtor: Casa d’Azinheira

Cor vermelho granada, aroma frutado com notas de frutos secos e vermelhos, vinho estruturado, equilibrado, taninos suaves com final de boca longo e elegante.


Casa d’Azinheira

Benjamim Martinho Lopes dedicou-se, desde cedo, à actividade vitivinícola. Ainda na década de 30, do século passado, instalou vinhas com o encepamento tradicional na região – castelão e fernão pires – mas também com castas inovadoras para a época – alicante de bouschet e grand noir. As densidades de plantação eram elevadas. As baixas produções por planta associadas a boas maturações originavam vinhos complexos e de elevada estrutura.

Posteriormente na década de 60/70 surgiram as primeiras intervenções nas parcelas de forma a adaptar a vinha à mecanização. Manteve-se o equilíbrio conjugando o compasso com a altura da sebe, fazendo uso da aramação.

João dos Anjos Dias manteve a tradição na inovação. Herdou o saber e experiência familiar na arte de criar vinhos. A partir de 1980 inicia um processo de reconversão das vinhas. Em 2001 iniciou-se como produtor-engarrafador com a marca Tinto de Azinho.

Toda a tecnologia privilegia o respeito pela matéria-prima, desde logo na vinha, onde se recorre a práticas respeitadoras do ambiente.

A data de colheita é determinada através da interpretação dos resultados analíticos efectuados ao mosto, durante a fase de maturação da uva (controlo de maturação), e a vindima realizada manualmente casta a casta, usando-se caixas de vinte quilos.

Na adega, as uvas são desengaçadas, esmagadas e vinificadas em lagar tradicional de cimento ou lagar de inox. A prensagem faz-se com recurso a prensa vertical, conhecida pela menor agressão que provoca nas massas vínicas.

José Paulo Dias, que integra a terceira geração, promoveu a continuidade de uma estratégia de modernização que envolveu a plantação de novas vinhas e melhorias tecnológicas no processo produtivo.

A exploração vitícola compreende duas parcelas de vinha denominadas Vale de Água e Vale das Neves. Os solos são argilo-calcários, de elevada potencialidade para a produção de vinhos tintos de excelente qualidade.

 

Avaliações

Ainda não existem avaliações.

Apenas clientes com sessão iniciada que compraram este produto podem deixar opinião.