Devaneio Vinho Branco Viosinho 2018

11,95

11% Vol.

750 ml

*com IVA incluído

REF: DVN02 Categorias: , ,

Descrição

Devaneio Vinho Branco Viosinho 2018

Conceito:

Criar um vinho com tecnologia minimalista que traduza o terroir do sopé da serra de Montejunto, onde a influência da brisa atlântica permite revelar as virtudes da casta Viosinho, em especial a sua frescura e longevidade.

Vinificação:

Vindima manual e prensagem direta aproveitando apenas o mosto de gota. Fermentação espontânea com leveduras indígenas, reduzido controlo de temperatura, somente tirando partido da frescura noturna. Terminada a fermentação foi feita transfega para cuba de cimento, onde repousou e clarificou naturalmente durante 12 meses. Engarrafado sem filtração e estabilização química (pode conter depósito) sai para o mercado após vários meses de estágio em garrafa.

Castas: Viosinho

Parâmetros analíticos:

Teor alcoólico – 11% (vol.)
Acidez Volátil – 0,50 g/l (ácido acético) Acidez Total – 4,50 g/l
pH – 3,47

Prova organolética:

Devido ao conceito adotado, o vinho tem um aroma discreto sem domínio de notas frutadas ou florais. A melhor descrição é “cheira a vinho!”. O estágio em garrafa confere-lhe complexidade, apreciada em especial pelo aroma retronasal que lembra o cheiro a mar. A boca surpreende pela persistência e volume, fruto da sua acidez e salinidade.

Aptidões:

É um vinho que “sabe mais do que cheira” e, por isso, com ótimo potencial de envelhecimento e aptidão gastronómica. É especialmente indicado para marisco ou peixe grelhado, mas também é bom companheiro para uma tábua de queijos e enchidos. É o vinho ideal para quem aprecia vinhos brancos de guarda, onde ao fim de uns anos dispensará a comida para ser devidamente apreciado.

Modo de servir:

Devido ao estilo, não necessita de temperaturas muito baixas. Servir a 8°C, para atingir a plenitude ao fim de 15 minutos, quando a temperatura subir um pouco e o vinho oxigenar. Use copos apropriados para apreciar a evolução e perceber porque o Viosinho está entre as melhores castas nacionais. Se encontrar alguma turvação, não é defeito, é feitio, devido à ausência de filtração no engarrafamento.


DEVANEIO

Devaneio é o “estado da pessoa que divaga ou se deixa levar pela imaginação, lembranças ou sonhos”. E assim o vinho ganhou nome!

A vinha, a vindima e o vinho estão presentes desde sempre, a tradição da família já é longa, mas fazer um vinho em nome próprio era um sonho… frequentemente apelidado de devaneio, dada a juventude.

Os vinhos Devaneio têm origem em Alenquer, na região de Lisboa. As vinhas estão em Cabanas do Chão e nas aldeias vizinhas, todas elas anichadas no sopé da Serra do Montejunto que juntamente com a influência da frescura atlântica criam um terroir único capaz de dar origem a vinhos com carácter que não deixam ninguém indiferente. 

Avaliações

Ainda não existem avaliações.

Apenas clientes com sessão iniciada que compraram este produto podem deixar opinião.